Skip links

PIX é o segundo meio de pagamento mais utilizado no Brasil

Preferência pelo formato de pagamento é justificada para 83% dos usuários pela rapidez e a praticidade, seguido de evitar ou minimizar contato físico com máquinas e/ ou pessoas (34%) e pela segurança (32%)

A tendência da digitalização dos meios de pagamentos foi estimulada ainda mais pela pandemia da COVID-19. A crise sanitária impôs a necessidade de isolamento social e deu impulso à adoção de meios de pagamento que reduzem o compartilhamento de objetos. O contexto ajuda a explicar o fenômeno chamado PIX, sistema de pagamentos instantâneo e gratuito para pessoas físicas e jurídicas, criado pelo Banco Central em 2020, que já é o segundo meio de pagamento mais utilizado no país, praticamente empatado com o dinheiro. O dado faz parte da pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Sebrae.

Em Sapiranga, esta realidade é observada pelos lojistas.

“O PIX é uma realidade, hoje, com transações diárias. É comum, prático e rápido e acreditamos que é um meio que veio para ficar”, afirmou a diretora da CDL Sapiranga, Karin Peters.
A preocupação com a segurança é um item fundamental. Para isso, cuidados simples a serem tomados pelos lojistas asseguram a tranquilidade.

“Como medida de segurança pedimos sempre ao cliente para que seja feita transferência e a finalização da venda é feita apenas após o envio da comprovação. Há restrições para valores mais elevados, mas nos casos em que o comerciante trabalha com valores mais baixos, é muito importante pela rapidez e pelo fato de não haver as taxas que geralmente são cobradas em cartões de crédito e débito”, completou.

De acordo com o levantamento, as modalidades de pagamento mais utilizadas pelos brasileiros são: dinheiro (71%), PIX (70%), cartão de débito (66%) e cartão de crédito (57%).

“Os números oficiais sobre o PIX, divulgados pelo Banco Central do Brasil, mostram uma adesão muito rápida a esse meio de pagamento. Segundo a autoridade monetária, o número de usuários que já fizeram ao menos uma transação por PIX está próximo de 80 milhões – vale lembrar que essa novidade ainda não completou nem um ano de operação”, destaca o presidente da CNDL, José César da Costa.

De acordo com o levantamento, nas compras em lojas físicas o cartão de débito (32%), cartão de crédito (30%), e dinheiro (25%) são os meios mais utilizados. Já o cartão de crédito é o preferido nos pagamentos de compra online (52%). O dinheiro é o meio mais utilizado para pagamentos de contas de consumo (32%). A pesquisa mostra ainda que lojas físicas recebem a maior parte do pagamento à vista (66%) e as lojas online à prazo (53%).

Escreva um Comentário