Skip links

Novos comportamentos e inovações tecnológicas mudam a maneira de pensar o cliente

5a edição do Seminário Desafios e Oportunidades reuniu sob ponto de vista de diversas áreas aquilo que existe de mais inovador para o sucesso nos negócios

 

A iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sapiranga contou com a presença de mais de quatrocentas pessoas entre associados, empresários e empreendedores de Sapiranga no Centro Municipal de Cultura ao longo da tarde e noite de terça-feira (09/04). A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sapiranga, Clarice Strassburger, ressaltou a importância de atuar na qualificação do segmento lojista.

– Além de oferecermos serviços e benefícios ao lojista, nos preocupamos com a qualificação do profissional do comércio tanto na gestão de pessoas como no fortalecimento de seus negócios. Procuramos tratar dos desafios e oportunidades que existem no mercado, hoje, impulsionando e motivando empresários a tomarem iniciativas que ajudam diante da mudança de hábitos e comportamento dos consumidores – afirmou.

A programação trouxe atrações variadas. A primeira palestra, com Fabiano Zortéa, falou sobre inovações trazidas da NRF, maior feira internacional do varejo. Guilherme de Bortoli apresentou o Funil de Vendas, na sequência. Ricardo Lemos discorreu sobre a relação com os clientes e o encerramento foi com a grande atração, o palestrante renomado nacionalmente Leandro Karnal, que falou das atitudes transformadoras.

Entre as autoridades presentes estiveram o secretário da Indústria e Comércio, Fernando Hanauer (representando a prefeita municipal, Corinha Molling); o gerente regional do SEBRAE Sinos, Caí e Paranhana, Marco Copetti; presidentes e executivos de CDLs do Paranhana e Vale do Rio dos Sinos. As empresas Purifique e O Boticário receberam livros autografados, pela presença de maior número de participantes inscritos. A realização do evento foi da CDL Sapiranga. O apoio foi do SEBRAE/RS e Prefeitura Municipal de Sapiranga. Patrocínio, Sicoob Sapiranga.

Velocidade cada vez maior no varejo

A primeira atração do dia, foi a palestra de Fabiano Zortéa que relatou a vivência nos eventos da NRF, principal convenção do mundo para o varejo, que acontece em Nova York. Um dado surpreendente trazido pelo especialista é a exigência do consumidor pela entrega/retirada no mesmo dia. Os números mostram que este conceito aumentou 120% nos últimos anos. Grandes empresas apostam neste modelo permitindo através da tecnologia a compra de forma on-line e retirada em pontos estratégicos que ajudam o consumidor a resolver sua necessidade em poucos minutos.

– Se não temos mais tempo a perder, por que não encontrar caminhos para resolver esse atrito? Acredito que qualquer operação de negócio, especialmente o varejo pequeno, existe para melhorar a vida das pessoas. Essa é a razão de ser e, por consequência, se ganha dinheiro com isso – afirmou.

Outro fenômeno é o crescimento de 100% nas compras de smartphone na blackfriday entre os anos de 2018 e 2017. Ao final, detalhou o que vem sendo chamado de “varejo humanizado”, exemplificando a importância do atendimento humano como um apoio ao mundo digital, e que este pode ser um diferencial do pequeno negócio na comparação com os grandes estabelecimentos.

A construção de um relacionamento

O tema de vendas, foi abordado pelo co-fundador e CEO da Orgânica Digital, palestrante sobre empreendedorismo, marketing e vendas e especialista em estratégias digitais, do marketing ao software, Guilherme de Bortoli. Na palestra “Tudo sobre Funil de Vendas”, a partir do exemplo da “pirâmide do crescimento” relatou os passos necessários para concretização de bons negócios.

– Este conteúdo muitas vezes está distante da gente porque é muito técnico. Para exemplificar, todo prédio, arranha-céu, é construído em um terreno firme. Por isso, é preciso uma estratégia empresarial que é a base para todo o restante – explicou

Em sua abordagem, o palestrante também lembrou a importância de construir um relacionamento gradual do cliente, comparando de forma divertida com um encontro amoroso, no qual o parceiro pede a parceira em casamento no primeiro encontro.

– Vender á uma jornada onde cada degrau significa a confiança para a conquista da permissão para fazer parte de sua vida – completou.

Síndrome dos 10 minutos

O mestre em Administração e Negócios, administrador de Empresas, especialista em Administração de Marketing e especialista em Inovação e Difusão Tecnológica, Ricardo Lemos, divertiu o público com a abordagem sobre o jeito novo e inteligente de atender o cliente. Um dos desafios é a inversão apontada pelo especialista, quando o responsável pelo atendimento tenta moldar o cliente ao invés de se adequar ao comportamento de quem está entrando no seu estabelecimento.

– Não espere nada do cliente. Ele que espera de você! Se frustrar porque o cliente não está sorrindo é um erro. Ofereça sem esperar nada em troca – alertou.

A outra definição que trouxe risos e provocou uma reflexão foi a “síndrome dos 10 minutos”, na qual Ricardo Lemos falou da angústia de colaboradores no horário próximo do fechamento da loja. Apesar de ser um dos momentos de mais volume de fechamento de negócios, é, também, um dos mais recorrentes erros no atendimento ao consumidor pela pressa em ir embora.

O palestrante lembrou hábitos que foram abandonados como ir na locadora, usar telefone fixo, fumar em lugares reservados e até mesmo usar o carro.

Atitudes transformadoras

Uma das principais atrações foi o palestrante renomado no país inteiro, Leandro Karnal, que lembrou a importância de ações práticas na vida. O tema de sua palestra foi “Cinco Atitudes Transformadoras”.

– O que mais atrapalha é confiar que pensamento seja o motor da história. O que muda uma vida, uma biografia, é o que se faz e não o que se pensa. O pensamento é o elemento detonador, apenas. Por isso falo de ações concretas de administração do tempo, cuidado com o corpo e empoderamento do indivíduo que trazem efeito direto sobre as pessoas – disse.

Uma metáfora trazida por Karnal, foi a impossibilidade de controlar os acontecimentos

– Não controlo a estrada, mas conduzo o carro através de minhas decisões – afirmou.

Leandro Karnal é professor Doutor na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) , desde 1996. Graduado em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (RS) e Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP).

Escreva um Comentário