Skip links

Entre as medidas propostas pelo movimento estão Ação Fiscalizadora de Aglomerações, Distribuição de Máscaras e Observatório Diário de Indicadores

O objetivo é sensibilizar a população a adotar cuidados mais rígidos para prevenção da COVID-19 e ao mesmo tempo reverter o quadro atual que colocou o município de Sapiranga no índice estadual da “Bandeira Laranja”, impossibilitando o funcionamento do comércio e prestadores de serviço. O temor é que a medida aprofunde ainda mais o cenário de crise econômica, trazendo perda de renda, desemprego e fechamento de empresas.

A iniciativa conta com a participação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sapiranga e de outras entidades representativas de diversos setores. Em reunião realizada na manhã de quarta-feira (08/07) de forma restrita, foram debatidos detalhes das ações. A intenção é que sejam realizadas rondas no município para acionamento de autoridades em casos de aglomerações. A distribuição de máscaras dará-se através de uma ação conjunta com CDLs da região no dia 11 de julho no horário das 10h às 13h.

Além da CDL Sapiranga integram o movimento a Associação Comercial, Industrial e Serviços de Sapiranga (ACISA), Associação dos Contadores, Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) e OAB.

Redação: Marcelo Matusiak
Coordenação: Marcelo Matusiak